Quistos do pâncreas

PÂNCREAS

Os progressos do diagnóstico de imagem nas últimas décadas, vieram tornar frequente a visão de lesões que antes apenas sabíamos que eram frequente na autópsia. A ECO o TAC a RM viram mostrar-nos que pequenas lesões como quistos, angiomas e outras, embora na maior parte dos casos, sem significado clínico, são muito frequentes. A maior parte são assintomáticas, vão continuar assintomáticas, e não requerem nenhum tratamento. Alguns chamam-lhe incidentalomas. Os quistos do pâncreas aparecem em cerca de 30% das autópsias. A imagiologia passou a mostra-los com alguma frequência e sabemos que alguns podem ser tumores malignos ou podem malignizar. A maior parte dos quistos do pâncreas têm um bom prognóstico.