Icterícia

O QUE É A ICTERÍCIA? A palavra icterícia deriva do grego icteros nome dado ao verdilhão uma ave de plumagem verde-amarela. A icterícia é um sinal observado em dezenas de doenças em que a bilirrubina sobe no sangue acima de valores de 2-2,5 mg/dL.
O QUE É A BILIRRUBINA? Os glóbulos vermelhos do nosso sangue são produzidos na medula óssea e destruídos 120 dias depois não só na medula, mas também, no fígado e no baço. Ao destruírem-se os glóbulos vermelhos libertam ferro que é novamente reaproveitado na medula e protoporfirina que dá origem à bilirrubina. Esta bilirrubina circula no sangue com valores de 0.5 a 1,5 mg/dL. No fígado sofre alterações químicas que lhe permitem atravessar as células e ser excretada pela bílis através dos canais biliares até ao intestino e depois excretada pelas fezes. A cor das fezes depende em parte do amarelo da bílis.
Glóbulo vermelho
Desenho duma artéria com os elementos figurados do sangue: glóbulos vermelhos (eritrócitos), glóbulos brancos e plaquetas
Verdilhão

PORQUE AUMENTA A BILIRUBINA NO

SANGUE?

A bilirrubina ultrapassa os valores normais quando:

1º- há uma grande destruição de glóbulos vermelhos como acontece nas anemia hemolíticas. O fígado não consegue dar vazão à bilirrubina que lhe chega. 2º- quando as células do fígado não a deixam passar como acontece em várias doenças que alteram as células do fígado como por exemplo nas hepatites. 3º quando depois de passar as células do fígado a bilirrubina encontra um obstáculo nas vias biliares como acontece por exemplo quando existe um cálculo na via biliar principal.

QUAIS AS DOENÇAS DO FÍGADO E VIAS BILIARES

QUE PODEM CAUSAR ICTERÍCIA?

As doenças, quer do fígado quer das vias biliares, que podem causar icterícia são muitas e pode ser necessário recorrer a múltiplos exames para se chegar ao diagnóstico final. As doenças do fígado tais como doença de Gilbert, síndrome de Crigler-Najar, hepatites, doença alcoólica do fígado, doença de Wilson etc. podem ser esclarecidas por análises ao sangue, as doenças das vias biliares são geralmente esclarecidas pela ecografia mas pode haver necessidade de recorrer a outras técnicas: TAC, RM, CPRE, ecografia endoscópica, CPT, biopsia do fígado..
Os cálculos da vesícula podem passar para o colédoco e, na parte final estreita (esfíncter de Oddi) fazer oclusão total ou intermitente á passagem da bílis e levar ao aumento da bilirrubina a montante
SINTOMAS